terça-feira, 20 de outubro de 2009

Procura-se alguém especial, para viver algo especial. Mas serve se for apenas uma rapidinha!

Por Eliana Mara

Nota: Crianças e moralistas, não leiam! Doses de realismo e alguns palavrões

No início da internet, a grande novidade, para se conhecer pessoas novas, eram os chats ou sala de bate-papos. Mas do mesmo modo que os cinemas se transformaram em bordéis, bingos e igrejas evangélicas, as salas de bate-papo, que antes eram frequentadas, também, por aqueles que desejavam, de fato, conhecer pessoas novas e falar de temas relevantes, hoje servem apenas para encontros de quem precisa de estímulo para bater uma punheta. Ou para garotas de programa divulgarem os seus programas. Assim como, hoje, certas salas de cinema servem para os mesmos fins.
Em linhas gerais, nas salas de bate-papo, é tudo muito rápido. As pessoas são diretas e muitas vezes o próprio apelido já diz a que vieram. Exemplos: Xana Dourada, Peladinha e Saliente, 28cm Negão, Mulher Melancia, Kasado Karente (não se iludam porque traduzindo seria o mesmo que dizer: Safado e Quente), Toda Sua, Gostosão do Meyer, Pica Dura (acreditem, existe coisa pior!), Bucetinha Molhada e etc. A grande invenção sexual do século chama-se Web Cam. Artigo popularizado que é peça fundamental não para se conhecer pessoas novas, mas para se conhecer, sejamos diretos, picas e bucetas novas. Se você observar bem, caiu drasticamente o volume de vendas de revistas pornográficas. Quem vai gastar dinheiro com elas, se encontra gente acordada e cheia de tesão com a webcam ligada?
Os chamados sites de relacionamento são a versão chique no reino do sexo virtual ou sexo rápido e sem compromisso. Na verdade, a outra praga do século não é gerundismo e o telemarketing, mas também o eufemismo, que é a face enfeitada do politicamente correto. Sites de relacionamento são o templo do eufemismo para sexo virtual e da busca por sexo real sem perda de tempo pelos bares da vida. Ou muitas vezes, para quem tem as manhas tecnológicas, um outro lugar para pescar e caçar muito mais eficiente do que a velha e desgastada paquera na noite. Nem todos querem enfrentar a violência, a odisséia infernal do estacionamento, cadeira de plástico e cerveja quente.
Mesmo dentro destes sites, a questão financeira conta e há claramente uma divisão de classes!!! Se você é assinante básico, fica relegado a um lugar péssimo, sem conseguir usufruir das vantagens. Você é tratado como se fosse uma criança vendo doces de uma vitrine sem um puto para comprar ou um adulto transando com camisinha, que é a mesma coisa que chupar pirulito ou sorvete com papel. Se você é Ouro – quer dizer, se você paga pela assinatura, tem direito a convidar pessoas para conversar, enviar mensagens, responder mensagens, assistência técnica sentimental, entre outras vantagens. Sendo básico, vai ser torturado diariamente, porque os administradores criam perfis falsos de pessoas maravilhosas e enviam para você propostas maravilhosas destes perfis, e fazem questão de te avisar: Você é usuário básico e por isso não pode ler o email que MédicoEducadoSolitário lhe enviou. Na versão para homens, este aviso humilhante pode ser: LoiraGostosaLiberal adicionou você como Predileto! Seja Ouro e fale com ela!
Na revista Época deste mês que passou, o tema de capa era “amor e relacionamento na internet”. Tava na cara que era matéria paga, pois fazia propaganda séria sobre algo que está muito longe de ser sério. E nem deveria. Mas o jornalista omitiu os detalhes sórdidos, os vexames, os sustos. Retirou da situação todo o realismo e o humor. Então, decidi, com a autorização do editor super antenado, Lima Trindade, dar o troco. Nesta, que talvez seja uma série de outras crônicas. Eu, contratada pela Verbo21, e com toda liberdade, passei um ano também em alguns sites de relacionamentos. E descobri que podia ter vários perfis, inclusive masculinos. Foi uma surpresa tentar entender os anseios femininos dentro desses sites que prometem que você vai encontrar seu par perfeito, sua alma gêmea, a metade da sua laranja e a tampa da sua panela. E a quantidade de homens do tipo “Você é linda, mostra os peitinhos?”
Minha versão dos fatos é bastante diferente! Nesta crônica, não vai dar nem pra metade. Assim como existem as Pérolas do Vestibular, as Pérolas do ENEM, vou apresentar, na próxima, as pérolas dos Chats de Relacionamento, que estão nos textos dos perfis. E me perdoem os analfabetos, os evangélicos e os pseudo-engraçados, mas, leitora neurótica que sou, a primeira impressão das frases de apresentação é a que fica!
Numa das seções onde a pessoa se apresenta e diz o que está buscando, encontrei, assim mesmo, em letras garrafais:
PROCURA-SE MULHER PARA O CARGO DE NAMORADA. É NECESSÁRIO QUE TENHA EXPERIÊNCIA EM BEIJOS CAPRICHADOS,CARÍCIAS ELETRIZANTES E SUSSURROS AO PÉ DO OUVIDO. APÓS O CUMPRIMENTO DO PRAZO DE EXPERIÊNCIA, CASO NÃO TENHA PREENCHIDO OS REQUISITOS MÍNIMOS DEVERÁ CEDER LUGAR Á PRÓXIMA CANDIDATA (A FILA ANDA). BEM HUMORADAS CONTAM PONTO...rsrs . SE LEU ATÉ AQUI, É PQ GOSTOU. ENTÃO CONECTE-SE COMIGO E DESCUBRA QUEM SOU! PS:SÓ ACEITO MULHERES DE BEM COM A VIDA.
Se você está cheio de problemas, morrendo de tédio com a programação da tevê aberta, tem humor garantido se entrar num destes sites. Um outro texto de apresentação diz assim:
procuro pessoa simpática, bonita, inteligente e madura. Antes uma maratona no deserto sem água do que uma mulher que pega no pé.
Na superfície, para facilitar a pesca, as mulheres e os homens preparam perfis tentando atrair candidatos. Do mesmo modo que usamos mentirinhas, perfumes, loção para barba, carro, exibição de cartões de crédito e brincos, além de um papo-xaveco, nos sites tem de tudo para todos os gostos. Mas lá no fundo, descobri que em cinco linhas, homens e mulheres, sentindo-se confiantes, se entregam. Tem mulheres obesas que se apresentam como Loira Gostosa e homens de pau pequeno que se apresentam como Garanhão do Congo. Você pode entrar, sem pagar nada e pelo menos vai se divertir lendo os perfis. Agora, se quiser chupar alguma coisa ou comer um docinho, tem de pagar. Afinal, como tudo nesta vida.

Um comentário:

nas entrelínguas disse...

kkkkkkkkk huahuahua kkkkkkk
Pôrra, ri muito agora viu?! kkkkkk
O foda é que a gente tá rindo da realidade =/ É absurdo! Trágico! Mas muito engraçado!kkkkkkkkkk